MEDICINA NATURAL

No conceito filosófico da medicina natural, o médico não cura ninguém, apenas é um assessor da saúde. O principal mérito do médico é tornar consciente o indivíduo da sua saúde ou do seu estado de doença, de como pode modificar o curso da sua patologia e de informar as armas terapêuticas disponíveis.

A saúde é definida pela Organização Mundial da Saúde como um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença.

O especialista de medicina natural não tenta tratar ou eliminar os sintomas, antes dedica-se a estudar as verdadeiras causas que conduzem ao desequilíbrio a que se chama (na medicina natural) doença. Pois como afirma o velho ditado chinês “matar o ladrão não fecha a porta”. 

A medicina natural recomenda uma vida sã e equilibrada, considerando ser a única forma de se conseguir a verdadeira Saúde. Estas recomendações servem tanto ao doente que quer recuperar-se da doença como ao são para optimizar a sua saúde.

A saúde é o resultado do funcionamento correcto do nosso organismo em harmonia com as Leis da Natureza e os seus 4 elementos – a terra, a água, o ar e o sol. Um equilíbrio, além de orgânico, energético, psico-emocional, ambiental e social, que permite alcançar o potencial de saúde inerente a todo o ser humano.

A integração de todos estes componentes activa a capacidade curativa da natureza 
- VIS MEDICATRIX NATURAE.

1 comentário: