quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Vegetarianos e suplementação de vitamina D

Em consulta, perante um resultado de deficiência de vitamina D, é frequente vegetarianos quererem optar (ou pedirem opinião) pela suplementação de vitamina D2 (forma vegetal, também conhecida por ergocalciferol) em vez da original vitamina D3 (colecalciferol). Poderão fazer esta suplementação, mas não irão corrigir a deficiência! A forma vegetal pode ser tomada como manutenção, associada a um estilo de vida que integre suficiente exposição solar, mas não para corrigir uma deficiência de uma substância tão vital que de vitamina só tem mesmo o nome!!! A vitamina D funciona no organismo como uma hormona e as suas intervenções são imensas.

É uma deficiência comum em grande parte da população, mas um pouco mais acentuada na vegetariana e ainda mais um pouco na vegana.
Além dos estudos mostrarem esta diferença, em que este da American Society for Clinical Nutrition é apenas um dos inúmeros exemplos, no âmbito da experiência clínica vê-se este fenómeno com muita clareza.

Ah... e já agora, a questão da fortificação nos alimentos não vale!unsure emoticon
A mesma ineficácia verifica-se na fortificação desta, não apenas pela baixa biodisponibilidade, mas sobretudo pelas quantidades, que ficam muito aquém do que verdadeiramente necessitamos.
Pode ler mais sobre o estudo referido acima, intitulado The case against ergocalciferol (vitamin D2) as a vitamin supplement 

Sem comentários:

Enviar um comentário