Avançar para o conteúdo principal

Energia Vital

Hannah Allen, no seu livro, The Principles of Digestive Physiology which Decree Correct Food Combining, afirma que "não é o que comemos, mas o que digerimos e assimilamos é que produz saúde e força".


De alguma forma, isto explica porque é que há pessoas que comem de modo tão semelhante e têm um peso corporal e estados de saúde tão distintas.

Segundo a medicina natural, a Energia Vital do nosso organismo, que é a capacidade que o corpo tem de se autocurar, integrada na capacidade de autorregulação que tem a Natureza da qual fazemos parte. A Energia Vital do organismo divide-se em 3 grandes sistemas que mantém a vida:

nutrição

relação

eliminação 

Do sistema de nutrição também faz parte o sistema de Respiração, através do qual nos "alimentamos" oxigénio e da energia do ar, assim como a Circulação sanguínea que transporta as substâncias nutritivas e o oxigénio necessário para as células. Não menos importante é o aporte nutritivo que recebemos do sol e do contacto com a natureza.

O sistema de relação é formado pelo conjunto de órgãos encarregados de nos colocar em contacto com o mundo exterior (o mundo físico e a natureza) e com os outros seres humanos. É dirigido em grande parte pela vontade consciente e pelo nosso inconsciente, a "sombra" como chamava Carl Jung, psicanalista e discípulo de Freud. Quando nos movemos, pensamos o mundo com os sentidos, vivemos os nossos sentimentos e emoções, comunicamos... o nosso organismo mobiliza grande parte da nossa energia para os ossos, músculos, cérebro, sistema nervoso, órgãos dos sentidos e da linguagem.

Finalmente o sistema da eliminação é constituído pelos rins, pulmões, aparelho digestivo, e pele. Igualmente importante é o tecido linfático que neutraliza e elimina muitas toxinas do nosso organismo. Paralelamente ao trabalho de eliminação, o corpo efectua um processo de regeneração da energia.

Quando estes 3 sistemas de energia funcionam em equilíbrio e harmonia falamos em saúde.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Food Matters (legendado)

"Se pensa que pode ir ao médico e tomar um comprimido para tudo, está profundamente errado."
"Há cada vez mais pessoas a recorrer a alternativas, porque o que se tem feito até agora não funciona."
"Descubra o que realmente funciona!"
"É uma opção. Você não tem de ficar doente."

Compulsão alimentar diz-lhe alguma coisa?

Se não está satisfeito com o seu Peso e/ou o seu Comportamento Alimentar, este artigo interessa-lhe!
Leia a minha reflexão sobre esta temática, que vai muito além do pecado capital da vida moderna - a Gula. Pode de facto ser uma problema com consequências muito negativas para a sua saúde.
Disponível já nas bancas na revista Saber Comer Com Saúde da ZEN energy!

A alma, o corpo e tu.

Quando tu consegues tomar consciência que tu não és tu - não a um nível intelectual - porque esse está muito acessível e só não o desenvolve quem não quer ou não se interessa... mas a um nível mais profundo... Tu deixas de querer ser tu, leia-se os outros: aqueles que têm o teu sangue, aqueles que te "educaram", aqueles que de uma forma ou de outra te marcaram e guiaram o teu caminho, as tuas escolhas, conscientes ou não, os teus hábitos, os teus vícios... e que te trouxeram ao que tu és agora.
De que vale a pena caminhares na rua com os sapatos mais lindos da loja, se te apertam o dedo mindinho ou se escorregas dentro deles, quando os paralelos da rua não são assim tão paralelos, têm altos e baixos, são irregulares e imprevisíveis. E tu, o teu corpo e a tua mente estão nesse jogo, no jogo do medo de não cair no buraco da estrada que te impede de desfrutar do caminho?
Os "sapatos" que tu calças permitem-te voar? São tão leves que a tua Alma pode calçar, sem sentir…